Dia dos namorados!


*Texto atrasado obviamente por conta de pequenos imprevistos da minha mente criativa. 

Bom, se formos analisar o dia em si, ele não passa de uma simples jogada de marketing de um mundo capitalista. O que mais seria o dia dos namorados se não para as lojas lucrarem no meio do ano? A mesma coisa acontece com o dia das crianças, dias das mães, dia dos pais e agora até mesmo o natal, a páscoa, tudo não passa de uma jogada de marketing de um planeta capitalista. 
Além disso fico  me perguntando por que os casais precisam de um dia específicos para, comprar presentes, fazer surpresas, textos e seja lá quais forem as milhões de coisas que se faz em um dia rotulado como esse. Não entendo muito sobre amor, mas tento supor que o mundo precise de menos rótulos, dias assim são legais, as pessoas se divertem e tal, mas por que precisa de uma data no calendário, onde todos se sentem obrigados a comprar presentes? Não sei se isso é anti romântico da minha parte mas é algo tão sem sentido que eu acabo escrevendo sobre esses assuntos. 
Por que você não demostra para sua mãe o quanto a ama o ano todo em vez de esperar o dia das mães pra fazer um texto no facebook dizendo coisas talvez banais? 
Por que esperar o dia dos namorados pra fazer uma surpresa pra quem você ama?
Por que esperar o dia das crianças pra dar um presente pro seu filho? 
Na minha opinião essas coisas deveriam partir do coração, do que as pessoas sentem pelas outras e não simplesmente por ser um dia do comércio ganhar dinheiro.. 
Minha mãe é dona de comércio e garanto que se for pensar por esse lado esse tipo de data não é nada mal pra nós que dependemos de vendas mas mesmo assim se eu for puxar para outros lados, um lado emocional, a questão dos porquês fica rondando minha cabeça. É tão patético só se declarar em dias específicos, por que precisa ser o aniversário dela pra desejar que seus caminhos sejam iluminados por deus? Por que esperar que seja dia dos namorados pra dizer eu te amo? 
Não quero parecer insensível, eu acho super fofo as declarações que rolam, os cupidos nas escolas e tudo mais, mas as vezes eu percebo o quão superficial essas coisas são, os presentes, as declarações, os abraços... Hoje é aniversário dela, você a parabeniza, diz que ela é tudo pra você e no dia seguinte vocês tem uma discussão boba e você diz que a odeia, e assim nos dias seguintes até o próximo ano chegar e você fazer o mesmo discurso barato... 
Talvez eu esteja sendo hipócrita por também comemorar datas como essa desde pequena, mas eu sei que minhas declarações não são só em dias específicos, que eu não preciso de datas pra dizer "eu te amo" que meus presentes do fundo do coração não precisam envolver presentes caros e planejamentos gigantescos, pode ser apenas uma cartinha deixada em cima da mesa antes de ir pra escola... 
São em momentos assim que eu considero sentimentos de verdade....


Por Milly Ricardo 

Nenhum comentário :

Postar um comentário