Primeiras Experiências #3- Saudade

Estava aqui esperando o clichê almoço de domingo com a família toda quando minha música preferida começa a tocar indicando que recebi mensagem no whatssapp, antes de conferir a mensagem lembro de momentos em que aquela música tocou. E sem mais nem menos lembranças me invadiram trazendo a saudade junto e comecei a pensar sobre essa bendita  palavra, saudade. Sabia que ela só existe no português ? Saudades não tem tradução em outros países, e talvez seja por isso essa palavra seja tão significativa. Olho para toda a minha família, mulheres na cozinha, homens conversando e cuidando da churrasqueira, e fiquei a pensar que cada uma daquelas pessoas já tinha sentido saudades algum dia, aquele sentimento que coroe por dentro quando vem com tudo, que faz você chorar quando é de leve. E então me lembro da primeira vez que senti saudade, mais aquela saudade que veio de repente e eu sabia não poder mais abandona-la, muitos de vocês vão achar que é sobre alguém da minha família por estarem longe ou viajando mas não,na verdade é de uma amiga, uma amiga que morava simplesmente do outro lado do país, eu em Santa Catarina e ela no Recife, o contato era apenas pela internet mas eu sabia que era de verdade, eu sentia que um dia iria dizer o quanto ela era importante quando de repente uma bomba a atinge, ela descobre um câncer maligno, o choque foi total, eu a perderia antes de abraça-la, foram apenas 2 meses, ela avisou aos pais e a irmã para comunicarem suas amigas virtuais quando partisse e foi isso que fizeram, no dia seguinte de sua morte recebi uma mensagem do celular dela, com um sorriso achando que ela ainda estava lá, firme e forte lutando contra o câncer mais assim que abri a mensagem e vi sua irmã em contato comigo sabia que era o fim, ela tinha partido, ela tinha abandonado, ela tinha me deixado sozinha. O impacto foi grande, a saudade bate nos momentos mais inesperados, e ela está sempre voltando na minha memória. A saudade machuca, coroe, porem nada pode ser feito quanto a isso, infelizmente.
Ass: Milly




Nenhum comentário :

Postar um comentário