Resenha #14: A Mediadora- A terra das sombras


Nome: A mediadora
Sub-Título: A terra das sombras
Páginas:288
Autora: Meg Cabot















Sinopse:
Suzannah é uma adolescente aparentemente comum que tem um problema com construções antigas. Não é para menos. Afinal, muitas dessas casas velhas são assombradas. E Suzannah é uma mediadora, uma pessoa capaz de ver e falar com fantasmas para ajudá-los a descansar em paz. É claro que esse dom lhe traz muitos problemas. Mas nem ela poderia saber a gravidade do que encontraria ao mudar-se para Califórnia.
Resenha:
Finalmente apareci pra resenhar o primeiro livro de A mediadora,que tem como sub-título A terra da sombras, o livro até a página 80 não estava me agradando mais depois foi me encantando aos poucos, no final do livro eu já estava apaixonada pela história. A Suze me encantou por ser completamente diferente de mim. Ela tem aquele jeito todo corajoso de ser, e isso é a última coisa que eu sou, a vida da Suze muda de uma hora pra outra, num dia ela esta em Nova Iorque com a melhor amiga Gina e no outro a mãe se casa e elas se mudam para Califórnia, sua mãe se casa com Andy que tem 3 filhos, Suze por ainda não ter se acostumado com a nova familia apelidou os "irmãos" de Dunga, Soneca e Mestre. Suze dês dos dois anos de idade consegue ver, falar e tocar em fantasmas, até seus 16 anos a jovem achava que ela era a unica mediadora do mundo mais ao chegar a Califórnia descobre que o padre e diretor da sua nova escola também é um mediador, a partir daí ela e o padre se aliam para ajudar os fantasmas que percorrem a  desorientados na cidade.
Esse é o primeiro livro que eu leio que não é puro Romance, no começo foi dificil se acostumar com esse gênero e eu jurava que não ia conseguir ler mais me surpreendi, é simplesmente magnifico o jeito em que a Meg Cabot, autora do livro, conseguiu juntar romance com suspense com coisas sobrenaturais. Não consegui identificar exatamente o gênero do livro mais é mais ou menos isso.
O livro tem encantos tão magníficos que não consigo decidir minha cena preferida do livro.
Será que o segundo vai continuar me encantando tanto quanto o primeiro me encantou? Só lendo pra descobrir, volto em breve com novas resenhas.
Nota: 

Nenhum comentário :

Postar um comentário